gallery/rotulo novo

Estudo dos Finais

IV - Bispos de cores opostas

     Os finais de Bispos de cores opostas possuem a interessante caracteristica de que mesmo posições aparentemente perdidas, com vantagem de 1 peão, as vezes até 2, não necessariamente se consumam com a vitória para o lado com a maioria. O empate é uma chance real, quase uma regra, sendo uma boa alternativa estratégica provocar a troca de peças resultando em bispos de cores opostas, quando nos encontrarmos em uma situação ruim, provocando um final empatado. Claro que existem exceções, mas inicialmente veremos a regra geral, onde uma maioria de peões com bispo de cores opostas chega ao empate. No próximo capitulo demonstraremos algumas das exceções clássicas.

gallery/diag19a
gallery/diag19b

A Posição Típica

     Apesar do peão a mais brancas não conseguem nada além do empate.  

     A posição é morta, sem necesidade da participação do rei negro, já que a tentativa de avanço do peão para f6 levará a sua captura pelo Bispo negro. O bispo branco isoladamente não consegue dar Mate, decretando o empate por insuficiência de peças.

 

     Da mesma forma no próximo diagrama apesar da existência de um peão passado o bispo branco não é capaz de interferir para deslocar o Rei negro, assim não há esperança de se tirar o bloqueio do peão, pois já vimos que o rei negro não precisa participar apoiando o seu Bispo. Negras se limitaram a mover seu Bispo de um lado para o outro até que as brancas se convençam do empate.

Contra até 2 peões pode persistir o empate

gallery/diag19c

     Até dois peões separados por uma coluna, sem outros peões no tabuleiro, quando o Rei consegue o bloqueio de um dos peões enquanto o Bispo conseguirá bloquear o segundo. A diferença é que aqui a atuação do Rei negro será fundamental para permitir o bloqueio do Bispo, sem que ele se sacrifique em vão.   

gallery/finalb
gallery/woodlight
gallery/woodlight

     1.Rg6 Ba2 2.f5 Bb3 (sem preocupação com o avanço) 3.f6 Re8!

     Nessa posição o Rei continua vigiando d7, bloqueando aquele peão e apoia f7 para que o Bispo possa capturar o peão f sem ser sacrificado antes do tempo. Brancas notam imediatamente que é infrutifero continuar. Se 4. d7+ Rxd7 5.f7 Bxf7 6.Rxf7 e sem outros peões o Bispo a mais não vale de nada.

     A única alternativa para as brancas seria tentar dar a volta pela ala da Dama e passar o peão de d, mas não há possibilidade prática pois: 4.Rf5 Ba2 5.Re5 Bb3 6Rd4 Ba2 5Rc5 Rd7 e novamente as brancas não tem para onde ir, restando apenas a opção de apertar a mão do adversário cedendo o empate.

     OBS: Note ainda que o empate ocorre por não existir outros peões no tabuleiro. Se existissem mais um par de peões, um negro e um branco bloqueando-se mutuamente em qualquer outra coluna as brancas venceriam, pois após o sacrificio do Bispo restaria o Bispo das brancas para quebrar a oposição do Rei negro e fatalmente brancas conseguiriam promover esse ultimo peão.

<?php include_once("sensetrack.php"); ?>