Estratégia - e4e5 - Xadrez por Reinaldo Mano
gallery/rotulo novo

Estudo de Estratégia

       Não encontrei em qualquer referência um conceito de estratégia de Xadrez que fosse satisfatório para um entendimento prático do iniciante. A melhor forma de definir pensamento estratégico no Xadrez é utilizar um pouco do conceito militar de estratégia, afinal o jogo nada mais é que a representação de uma ordem de batalha antiga.

     Estratégia diz respeito a forma de alcançar o objetivo final, ou seja a vitória do jogo como um todo a longo prazo. Os elementos estratégicos são estruturas de sustentação do jogo como um todo. A tática e a combinação por sua vez são instrumentos de batalha de curta duração, que visam o ganho imediato em termos principalmente de material. 

     Durante a era romantica do Xadrez, até o final do século XIX, o que vemos nas partidas de Xadrez são ataques desenfreados a posições táticas, especialmente a casa f7, num esforço de vencer imediatamente. Quando começou-se a usar um pensamento menos imeditatista, muitos acusavam seus adversários de ter um jogo enfadonho, porque não atacavam de forma impensada e conduziam o jogo de forma lenta e longa. O fato é que os de pensamento puramente tático não venciam mais. As vitórias passaram a ser consequencia do solapamento das defesas adversárias, de forma paulatina e constante e de um final melhor estruturado e não mais de um elemento tático espetacular. 

     O jogo estratégico se utiliza de elementos que estudaremos individualmente. Estes elementos são compostos pelo uso correto das estruturas dos peões, pelo aproveitamento do espaço e da posição das próprias peças e restrição do espaço e da atividade das peças do adversário, pelo uso das colunas abertas, entre outros. Apesar da abordagem didática em separado de cada tema, é claro que os elementos podem existir simultaneamente e se transformar dinamicamente durante o jogo.

     Cada tipo de elemento possui uma vantagem outras tantas desvantagens. O conhecimento desses elementos, suas vantagens e desvantagens e sua exploração correta são o objetivo dos estudos nesse capitulo. Esses elementos influenciam em especial o meio jogo, mas nunca podemos esquecer que o elemento estratégico surge a partir da escolha da abertura e a estrutura atingida conduzirá a um tipo de final específico.

      Em suma, a estratégia se compõe de diversos elementos que conjugados de forma harmonica, estruturam abertura, meio jogo e final de forma, orquestrada para atingirmos a vitória a longo prazo.

       Há quem diga que 80% de uma vitória no tabuleiro vem de um bom pensamento tático e cálculo. Talvez seja verdade, mas pretende-se demonstrar como os outros 20% fazem falta para que sua tatica funcione de forma vitoriosa.

      A tática não funciona sem uma estratégia bem definida. Por sua vez, a estratégia só pode ser aplicada se usarmos elementos táticos próprios para as posições atingidas.    

Introdução

gallery/fractal
gallery/woodlight